15 Fatos sobre morar na 16 de Março

/
2 Comments

Me mudei pela 13ª vez de apartamento (sou uma nômade nata) e estou de volta à Rua 16 de março, a "queridinha" dos petropolitanos. Muita gente fala e pensa muita coisa sobre essa rua, já morei aqui em 3 endereços e desvendo agora pra vocês fatos sobre esse lugar: vai ser uma revelação para alguns e um tapa na cara de outros, #Tretando!

1. Não é tudo isso que vocês pensam: sério, os apartamentos, salvo algumas exceções, correspondem a apartamentos comuns de classe média do subúrbio do Rio nos quais eu também já morei, mudem o filtro de vocês sobre "lugar de rico".

2. Morar nessa rua é algo super valorizado ao meu ver, nem todo mundo que mora aqui é rico, eu mesma me considero com uma renda bem normalzinha, pago coisas parceladas como todo brasileiro.

3. Aqui também tem barraco, o povo discute em casa e dá até pra ouvir um pagodinho bem maroto dos vizinhos, esquece essa de elite branca opressora.

4. Aqui muita gente é "cheia do que não tem", já tive a oportunidade de ver alguns apartamentos das pessoas aqui, andam bem metidos na rua mas tem móveis velhos e muitas vezes estão devendo condomínio #prontofalei

5. Quem tem vaga de garagem aqui é Rei, pois é mais difícil do que achar uma sapatilha que não esfole o pé.

6. A maioria dos porteiros (pelo menos os que eu conheço) são super gente boa, talvez os ilustres moradores da rua soubessem disso se pelo menos se dessem ao trabalho de dar bom dia pra eles.

7. Durante o ano letivo no horário da tarde a rua fica cheia dos adolescentes que saem dos colégios aqui perto, lidar com os grupinhos obstruindo a rua é um exercício de paciência, mas eles não fazem mal à ninguém.

8. Todo ano a 16 de março é palco do polêmico trote dos calouros de medicina da FASE, apesar de muitos ficarem bêbados como gambás enchendo o saco de todo mundo e de dar um nó no trânsito é um evento bem legal e divertido, os moradores jogam água nos alunos (eles que pedem tá?) e é uma festa!

9. Tem uma loja de vinhos chamada Bordeaux que parece que nunca fecha.

10. Para quem mora nos apartamentos de frente pra rua nos andares mais baixos nem sempre á fácil dormir pois quando o caminhão de coleta de lixo passa o barulho incomoda bastante, sem contar os serumaninhos maravilhosos que ficam bêbados no fim de semana e quebram simplesmente TODAS AS LIXEIRAS DA RUA.

11. 80% dos que ostentam aqui não moram aqui, nos domingos e feriados a rua fica deserta!

12. Para os que não sabem 1 dos fóruns de Petrópolis fica nesta rua, o fórum de audiências trabalhistas, é todo de vidro, bem bonito até (por fora).

13. Todos os candidatos à prefeitura fazem campanha por aqui nas eleições, TODOS!

14. No lugar onde hoje fica a Drogaria Raia funcionava uma padaria bem antiga da cidade, um monte de gente de todo o tipo tomava café da manhã lá, e incrivelmente todo mundo se falava, no último dia de funcionamento todos brincaram que iam comprar um item da padaria até não sobrar nada, no fim todo mundo se emocionou muito (eu estava lá).

15. O Gil Brother (conhecido como Away de Petrópolis) tá sempre por aqui, às vezes ele fica rodando sozinho na rua. Ele gravava vídeos numa sala em um prédio de frente pra um apartamento no qual eu já morei, eu ria horrores escutando as gravações.

Faixa Bônus: em tempo, uma descrição maravilhosa da desciclopédia, ri muito (alguns chamarão de recalque)!

16 de Março - Mais conhecida como playboylandia, esta ruazinha simpática é onde se encontra a maior massa petropolitana de riquinhos, filhinhos-de-papai, vacas patys e estudantes colegiais de nariz empinado, que se reúnem lá para papear, paquerar e atravancar a calçada andando em bandos enormes. Nesta rua ficam as lojas mais careiras e inúteis chiques de Petrópolis, vendendo apenas artigos de qualidade (Nike Shox e calças da Opção e da Taco), devido aos quais os otários acabam com o limite dos seus cartões, comprando uma calça ou um tênis ridículo, caro para c*****, para pagar em 17 vezes com juros absurdos.

Bom, coisas boas e ruins à parte morar na 16 de março pra mim é a coisa mais normal do mundo, quando cheguei em petrópolis não entendia o "endeuzamento" do povo com essa rua, até perceber que as pessoas daqui acham que morar nesse lugar é status (gente, na boa, muda esse filtro, vocês exageram muito). Percebi muita gente metida ostentando uma coisa que nem é tanto assim.

Então já que os petropolitanos fazem tanta questão,
16 de março I'm back by popular demand!




Postagens Relacionadas

2 comentários:

  1. Às vezes vou à Petrópolis como turista mesmo, sempre fico imaginando como seria morar aí... Morar aqui no Rio parece que deixa você de saco cheio com o tempo.

    ResponderExcluir
  2. Amei o post ! Concordo em gênero , número e grau !!

    ResponderExcluir

QUERIDO LEITOR, OS COMETÁRIOS DESTE BLOG SÃO MODERADOS.

Não gaste suas preciosas mãozinhas digitando um texto gigante com xingamentos e palavrões pois ele não será publicado.

Você pode até usar de um tom agressivo, dependendo de como esteja se sentindo, críticas são bem-vindas, mas por favor não use palavras de baixo calão.

Por isso comente sem morder, xingar ou ameaçar o coleguinha por favor!

BEIJOS DE LUZ!

Ass: CAROL

Ps: Para os que se sentirem extremamente ofendidos será dado direito de resposta.

Tecnologia do Blogger.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...